quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Série Pecados Capitais - A Preguiça



Abro o olhos e lá ela está. Não quero ter de mover meu corpo. Quero continuar eternamente imóvel, mas sei que não posso.
É algo que sobe por todo o meu corpo me paralizando, me fazendo querer nem pensar; querer paralizar os pulsos de meu cérebro, paralizar quase todos os meus sinais vitais. Faz-me querer ser nada além de uma estátua imóvel, mas sei que não posso.
Cada segundo me faz querer ser mais lenta, me faz querer nada ouvir, parar os segundos, voltar no tempo para ter feito menos ainda.
Meus olhos não querem abrir, minha boca não quer produzir mais nenhum som, não quero sequer pensar. Quero mergulhar numa imensidão escura, silenciosa e sem fim, acabar comigo mesma.
Mas eu escrevo pecados e não tragédias.

Um comentário:

Anônimo disse...

Eu gostei

Bem poetico!rs *-----*