quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Tirando máscaras


Com um tempo percebemos que as pessoas nunca serão quem queríamos que fossem, nunca serão aquelas que a máscara faz parecer. Estamos tão bem até percebermos que não existe aquilo que pensamos ser. É quando tiramos nossas máscaras e somos capazes de perceber como isso nos fez bem.
Aqueles que julgávamos nossos amigos não aceitam quem realmente somos, não aceitam os nossos valores, não aceitam mais a nossa vida! Críticas viram perseguições, comentários se tornam difamações e fazem com que ninguém consiga olhar para si mesmo.
Mas agora tudo mudou, sabemos que aquilo nada importa, que é apenas mais uma coisa com que teremos de lidar. Enfrentamos a tristeza ao ver a que ponto somos capazes de chegar.
Os defeitos jamais serão nossos, somos perfeitos, bons e verdadeiros, nada no outro faz sentido, nada no outro está certo. É exatamente isso que alimenta nosso vazio, aquele vazio que apenas uma coisa é capaz de preencher. E ainda assim somos perfeitos demais pra escutar a quem mudou.
[Amanda Ibraimovic - no copy]