domingo, 1 de maio de 2011

Apenas uma fortaleza!


Uma parte de mim faz planos enquanto a outra tenta se trancar em uma caverna. O medo de amar já se foi, pois agora já conheço incapacidade de fazê-lo existir. Eu sorria para um sorriso constante, mas podia sentir o peso que aqueles olhos azuis carregavam, algo estava errado e eu podia senti-lo. Procurei a segurança e o meu controle em outras alturas, outras cores e as encontrei. La eu ficaria eternamente se a tempestade não tivesse me levado de volta para uma ilha deserta: la estavam minhas lembranças e minhas sensações que me destroem.
Por favor, leve-me de volta para a minha fortaleza!

Nenhum comentário: